• Ana Paula Ostapenko

Campanha Dia D para ajudar crianças com câncer entra em reta final


A Liga do Bem, grupo de voluntários com mais de 200 integrantes que se vestem de heróis levando alegria e esperança a todo o Mato Grosso do Sul, está chegando à reta final de sua campanha Dia D, com o tema Todo Dia é Dia de Ajudar a AACC/MS.

Por conta da pandemia e suas consequências, a Associação dos Amigos das Crianças com Câncer (AACC/MS) viu sua arrecadação ter uma queda de 60%. Para ajudar a amenizar essa situação e reforçar a receita da instituição, a Liga do Bem, parceira da entidade há mais de 8 anos, encabeçou a campanha. Trata-se de uma Ação entre Amigos, com sorteios de prêmios. “Poder estar ao lado da AACC/MS mais uma vez é uma missão da qual nos orgulhamos muito”, afirma Junior Schucks, o Superman, líder da Liga do Bem. Para adquirir as rifas, no valor de R$20, basta entrar em contato com um dos integrantes do grupo, pelo instagram @ligadobemcg ou pelo telefone (67) 992163131. Além disso, os heróis estarão em alguns pontos da cidade, como o Shopping Campo Grande, aos fins de semana.

Despesas - A campanha visa arrecadar recursos para a manutenção da Casa de Apoio da instituição, que tem despesas mensais básicas como água, luz, combustível, telefone, alimentação, material de limpeza e higiene pessoal e ainda toda a assistência aos beneficiários. Além disso, são proporcionados acolhida, hospedagem, cinco refeições diárias, cestas básicas às famílias, apoio psicológico, de nutrição e assistência social e, também escolarização, atividades lúdico-pedagógicas e oficinas tanto para as crianças, quanto para as acompanhantes.

Com a pandemia, a AACC/MS tem passado por diversos desafios. A instituição teve que modificar sua forma de atender e muitos eventos de arrecadação não puderam ser realizados. As visitas à Casa de Apoio foram suspensas, bem como o trabalho presencial de seus voluntários por meses. Além disso, outra grande mudança foi a instalação de um ambulatório no espaço do auditório. Como o Hospital Regional tornou-se centro de referência da covid-19, no Estado, foi necessário diminuir o fluxo de crianças e adolescentes com câncer no local, para isso, foi criado um ambulatório na sede da AACC/MS. Nele, eles passam por consultas, tomam medicação e fazem quimioterapia e outros procedimentos mais simples.

Por esses motivos, a instituição espera poder contar com o apoio da sociedade campo-grandense.

1 visualização0 comentário