• Ana Paula Ostapenko

Favela Show será realizado neste sábado com artistas regionais para arrecadação de alimentos



O número de pessoas em situação de pobreza, aumentaram, devido às consequências da pandemia do Covid-19, pessoas estas, que estão sem recursos básicos de alimentação e higiene para se protegerem durante o necessário período de distanciamento social. Muitos perderam sua renda e as mulheres que em geral desempenham papel crucial como produtoras de alimentos, são as que mais sofrem, e que sem doações, os filhos passam fome.

A fim de aliviar o impacto da pandemia, a LIVE FAVELA SHOW com apoio da Prefeitura de Campo Grande por meio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo (SECTUR), irá promover artistas que querem somar com a CUFA para a arrecadação de alimentos, agasalhos e itens de higiene pessoal que serão distribuídos nas favelas e aldeias urbanas atendidas pela CUFA Campo Grande – Mato Grosso do Sul. A LIVE também conta com o apoio da Ganguerage e Cantinho da Beleza que irão sortear durante a LIVE, produtos das lojas.

A programação conta com o apoio dos artistas: Lili Black, Lau Castro, Voz do Guetto, Erico Bispo, General R3 and The Black Family, Dj Shaba com GF Gahji e Barba Ruiva X7067.


SOBRE A CUFA

A Cufa (Central Única das Favelas) é uma organização brasileira com mais de 20 anos de atuação social em territórios de favela e periferia, que se expande por meio do desenvolvimento de projetos culturais, artísticos, esportivos, educacionais e de responsabilidade social.

Está presente em diversas favelas dos 26 estados brasileiros e no Distrito Federal. É uma instituição reconhecida nacionalmente por seus âmbitos político, social, esportivo e cultural e com notoriedade internacional, alcançando países como a Bolívia, Alemanha, Chile, Hungria, Itália e Estados Unidos.

Conta com o apoio do rapper e um de seus fundadores MV Bill e também com a forte referência feminina no mundo do rap, Nega Gizza, conhecida e respeitada por seu empenho e dedicação às causas sociais, além do produtor Celso Athayde como coordenador geral.

Por meio de uma linguagem própria, a CUFA pretende ampliar suas formas de expressão e alcance. Ela visa difundir a conscientização das camadas desprivilegiadas da população, com oficinas de capacitação profissional e atividades que elevam a autoestima da periferia quando promovem o conhecimento e apresenta novas perspectivas da realidade.

Um dos principais objetivos da Cufa é ser um vetor de promoção, integração, inclusão social, e potencialização da população de favela, bem como, sua integridade simbólica e física.

Serviço:

Data: 10 de julho (sábado)

Horário: 18h

Local: Live (ao vivo) no canal da CUFA MS

https://www.youtube.com/cufams

8 visualizações0 comentário