• Ana Paula Ostapenko

“Música do Bolso”, uma crítica debochada para animar o verão em ano de eleição


Foi observando o cenário político que começava a se desenhar ainda em 2018 que Franke e Guilé compuseram “Música do Bolso”, uma sátira política que mantém o bom humor nesses pesados tempos de polarização. Já famosa entre os fãs da dupla, a música chega às plataformas digitais dia 18 de fevereiro. “Estávamos preocupados com o cenário político naquele ano - assim como hoje - e decidimos escrever de forma simples e direta o que estaria para acontecer”, afirma Franke, cantor e compositor sul-mato-grossense.


“A canção se inspira em gritos de resistência da nova música popular brasileira, em especial a canção Bolso Nada, lançada pela banda Francisco, El Hombre. Essas canções representam uma reação à postura historicamente opressiva do atual presidente, porém não acreditam no caminho da violência, mas sim no da poesia satírica”, comenta o mineiro Guilé.


“Música do Bolso” começou a fazer parte das apresentações ao vivo de Franke e Guilé e rapidamente caiu no gosto da plateia. Num dos shows da dupla, Beca Rodrigues, cantora e compositora paulista, conheceu a canção e também decidiu incluí-la, com sucesso, no seu repertório. “A música é muito pedida e as pessoas se identificam muito com a mensagem que ela traz.”, conta Beca, que acabou se unindo a dupla e colaborando também na composição.

E foi a pressão dos fãs que levou Franke, Guilé e Beca para o estúdio. “As pessoas sempre perguntavam nos shows onde poderiam escutar a música, se estava disponível no YouTube e Spotify”, revela Franke. Unindo forças e amigos, “Música do Bolso” chega para musicar o protesto do grande público.



Sobre Franke


Franke é cantor e compositor sul-mato-grossense. Aos 26 anos, já possui EP gravado “O começo”, e videoclipe da canção “Quem é?”, uma peça cinematográfica gravada por diversos pontos da região de Campo Grande. Em 2020, já durante a pandemia, Franke, ao lado do cantor e compositor Guilé, lançou “Samba do Mato”, uma canção que faz menção ao estado de Mato Grosso do Sul em seu refrão e traz reflexões sobre relações e o Bioma do Pantanal. A música ganhou um clipe, utilizando a técnica de projeção, para reforçar essas ideias que a obra procura explorar.


Sobre Guilé


Natural de Minas Gerais, o cantor e compositor Guilé iniciou sua carreira artística tocando com amigos em saraus pela cidade de Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Desde então, se lançou no mundo da poesia cantada e da música alternativa na nova música popular. Sempre atento aos encontros e aventuras, Guilé se inspira no trabalho de artistas nacionais contemporâneos como Lenine e Rodrigo Amarante e também de alguns outros internacionais como José Gonzalez.


Sobre Beca Rodrigues


Beca, cantora e compositora paulista é uma artista da nova MPB. Com sua musicalidade e estilo marcantes, suas canções falam sobre os costumes, cultura, peculiaridade e ritmos brasileiros que acolhem a artista em suas asas. Beca iniciou sua carreira artística tocando nas noites culturais de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, e vem crescendo desde então.



8 visualizações0 comentário