• Ana Paula Ostapenko

Projeto ‘Diálogos Musicais Ibero-Americanos’ começa nesta semana


A partir de sexta-feira (15), começa o projeto ‘Diálogos Musicais Ibero-Americanos’, que integra o programa Ibermusicas, e é organizado pela ABM (Associação de Bandolins da Madeira (Portugal) e o Instituto Moinho Cultural Sul-Americano (Brasil). O projeto acontecerá todos os sábados até o mês de junho e as atividades são online.


Na sexta-feira (15), Norberto Cruz, da ABM, Márcia Rolon e o maestro Eduardo Martinelli, do Moinho Cultural, se encontram para falar sobre a iniciativa. O encontro é virtual, a partir das 14h, de Mato Grosso do Sul, e será transmitido nas redes sociais do Moinho Cultural e da ABM.


O ‘Diálogos Musicais Ibero-Americanos’ busca a aproximação cultural entre a Europa e a América. A intenção é oferecer conhecimento na área de música, por meio de masterclasses, conferências e concertos, com artistas e agentes de relevância e de reconhecimento na área musical e cultural.


“Com a pandemia, vimos como as trocas virtuais podem ser ricas, esclarecedoras e, principalmente, replicadoras de conhecimento. O ‘Diálogos Musicais’ é uma oportunidade de aprender mais e trocar conhecimento além das nossas fronteiras. É uma oportunidade única para quem quer mergulhar ainda mais no mundo da música”, afirma a diretora executiva do Moinho Cultural, Márcia Rolon.


O projeto conta com apoiadores, como: República Portuguesa, DGArtes, Governo Regional da Madeira, Secretaria Regional de Turismo e Cultura, Secretaria Regional de Educação, Ciência e Tecnologia, República Portuguesa - Cultura, Instituto Camões - Instituto da Cooperação e da Língua Portuguesa, Funarte e Ibermusicas. São parceiros o Portal das Artes e Ligra.


Programação do primeiro fim de semana

No sábado (16), já acontece uma das masterclasses previstas na programação do projeto. A primeira é com Hamilton de Holanda (Rio de Janeiro) sobre “Improvisação, composição e interpretação no Bandolim de 10 cordas”. O encontro será das 11h às 13h (Horário de MS) e tem 25 vagas disponíveis.


O encontro será por meio da plataforma Zoom. Quem se inscrever, receberá o link no e-mail cadastrado. Após a masterclass, cada participante receberá o certificado de participação, em formato digital (PDF).


As inscrições podem ser feitas no link: https://forms.gle/nx25wNFZZRdDqNZ98.


Canais de transmissão do evento: https://www.youtube.com/channel/UCLq5EXr1orgvK1H3SzSmo2g; https://www.facebook.com/IMCultural/; https://www.instagram.com/moinho_cultural/


O Instituto Moinho Cultural Sul-Americano


Localizado em Corumbá-MS há 16 anos, o Instituto é uma OSC que oferta para crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social de Corumbá, Ladário, Puerto Suarez e Puerto Quijarro, aulas de dança, música, tecnologia e informática; além de serviço de convivência e fortalecimento vínculo entre instituição, família, escola e participante, formação de intérpretes criadores para jovens e adultos, com a Companhia de Dança do Pantanal, Orquestra de Câmara do Pantanal e Núcleo de Tecnologia. Sua missão é diminuir a vulnerabilidade social na região de fronteira Brasil-Bolívia, por meio do acesso a bens culturais e tecnológicos.


Em 2020, o Moinho foi reconhecido pelo Instituto Doar com o Selo A, qualificando-se como organização certificada. Este reconhecimento legitima e destaca o profissionalismo e transparência da OSC, tendo como objetivo incentivar ainda mais a cultura de doação.


Atualmente, o Moinho Cultural conta com o patrocínio máster via Lei de Incentivo Cultural do Instituto Cultural Vale, bem como, patrocínio do Itaú Social, Itaú Cultural, VISA, BTGPactual, BRINKS e Comper, a parceria da J.Macêdo e FecomércioMS-SESC, parceria institucional da Fundação de Cultural de Mato Grosso do Sul, Prefeitura de Corumbá, Prefeitura de Ladário, Prefeitura de Puerto Suárez, Prefeita de Puerto Quijarro, Instituto Homem Pantaneiro, IFMS, UFMS, Acaia Pantanal e outros doadores pessoa física e jurídica.


0 visualização0 comentário