• Ana Paula Ostapenko

Projeto “Filarmônica Jovem do MS” leva ensino de música a crianças e adolescentes


Nesta semana jovens e crianças da periferia de Campo Grande terão seu primeiro contato com a sonoridade musical de alguns instrumentos de orquestras como violinos, violas clássicas e violoncelos e terão a oportunidade de aprender a tocá-los no projeto “Filarmônica Jovem do MS”. A iniciativa é patrocinada pelo Fundo de Investimentos Culturais de Mato Grosso do Sul (FIC-MS) da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS). Sob a coordenação dos maestros Eduardo Martinelli e Jardel Tartari, os professores de música Rafael Morais, Bianca Danzi e Jorge Caceres realizarão o ensino coletivo dos instrumentos musicais num período de 10 meses em instituições que lidam com crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social em bairros como Parque do Sol, Jardim Columbia, Perpetuo Socorro e Parque Lageado. As aulas começam no próximo dia 10 no Instituto Misericordes e no Projeto Águia. Nesta primeira ação projeto “Filarmônica Jovem do MS” na Capital cerca de 70 pessoas serão atendidas. “A minha expectativa sobre o projeto, na realidade é algo que já conheço bem o resultado. Trabalho há mais de dez anos com o ensino de instrumentos de orquestra para crianças e sei bem como é transformador dar o acesso às pessoas a atividades deste tipo, que possibilitam o conhecimento e o fazer cultural”, explicou o maestro Jardel Vinícius Tartari. Ainda segundo ele, ações como essa, transformam o meio social dos alunos e também possibilita a profissionalização musical. O projeto também fará mais duas ações que estão previstas para começarem no início de 2022: são as oficinas e concertos. Serão feitas as oficinas de formação: “O Ensino Coletivo de Instrumentos Musicais em Projetos Socioculturais – Desafios, Métodos e Realizações”, com 28 vagas e “Software de Edição de Partituras”, com 18 vagas. As duas terão a duração de 20 horas que serão divididas em 5 aulas. As oficinas serão voltadas para técnicos e profissionais que trabalham com projetos socioculturais na área musical, professores de música da rede pública de ensino e interessados que tenham conhecimentos e formação em música. As duas atividades serão realizadas no Centro Municipal de Música de Campo Grande. A terceira ação prevista é a realização de concertos no interior do Estado e na Capital. Dez destes com os músicos participantes do projeto Jardel Tartari (violão), Jorge Caceres (teclados e baixo), Bianca Danzi (canto e violino), Rafael Morais (violoncelo) e maestro Eduardo Martinelli (regência e violão). As apresentações acontecerão nas cidades de Ivinhema, Corumbá, Três Lagoas, Terenos, Aquidauana, Jardim e Campo Grande. Na capital o público-alvo serão pessoas com necessidades especiais e os shows acontecerão na Apae e no ISMAC-Instituto Sul Mato-grossense para Cegos. Serão realizados ainda outros três concertos com os alunos do “Cursos Extensivos de Instrumentos De Orquestra” (primeira ação) junto com os profissionais do projeto, nos locais onde são realizados os cursos. Para finalizar o projeto “Filarmônica Jovem do MS” será feito um concerto comemorativo que reunirá cerca de 10 alunos de cada uma das instituições que participaram do ensino de instrumentos com o intuito de promover o intercâmbio e fazer uma mostra do resultado gerado no aprendizado dos alunos. O evento será realizado dentro da programação do Festival Encontro com a Música Clássica ou em local indicado pela Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul. “Espero que consigamos prosseguir após o término do convênio e que o recurso que foi empregado pelo FIC-MS sirva de pontapé inicial para darmos continuidade à “Filarmônica Jovem do MS” buscando patrocinadores privados”, finalizou Tartari. Acompanhe os locais onde estarão acontecendo o ensino coletivo de instrumentos: Instituto Misericordes - Rua Emiliana Arruda de Araújo 375/403 - Parque Lageado. Professor Rafael Morais - aulas no período matutino. Projeto Águia - Rua Uruaná 373 - Jardim Colúmbia - Professor Jorge Caceres- Aulas no período vespertino. Centro de Integração da Criança e do Adolescente – CICA - Rua Nair Alves de Castro, 113 - Bairro Perpétuo Socorro. Professora Bianca Danzi - aulas no período vespertino. Espaço de Convivência Esperança - Rua Elidio Pinheiro, 371 - Parque do Sol

Gisele Colombo - Assessora de Imprensa FCMS

0 visualização0 comentário