• Ana Paula Ostapenko

Secretaria de Cultura e Turismo participa da 5ª Semana Nacional de Arquivos


A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur), participa da 5ª Semana Nacional de Arquivos, por meio de apresentação de podcast e transmissão ao vivo no dia 10 de junho, às 16h30, nas redes sociais da Sectur. O tema da programação é “Do analógico ao digital(izado): Legalmente falando de arquivos”, e apresenta uma conversa entre profissionais do Arquivo Público Estadual (APE e Secretaria do Estado de Administração e Desburocratização (SAD/MS).

A Semana Nacional de Arquivos é um evento nacional idealizado pelo Arquivo Nacional e pela Fundação Casa Rui Barbosa, ocorrendo anualmente em alusão ao Dia Internacional dos Arquivos, comemorado no dia 9 de junho. A Semana é também integrante de uma programação internacional estabelecida pelo Conselho Internacional de Arquivos (ICA).

Segundo o ICA, esse assunto levanta questões sobre como os arquivos, por meio do acesso à informação, atuam no fortalecimento da responsabilidade e da transparência governamental, visando monitorar o trabalho feito pelos governos e garantir que os cidadãos possam proteger seus direitos.

Dentro dessa temática, o trabalho em rede, a colaboração e o apoio de outras áreas ajudam a capacitar os arquivos e seus profissionais para o alcance de suas metas e seus objetivos, ao mesmo tempo que possibilitam que outros setores e o público em geral compreendam melhor o trabalho desenvolvido. Além disso, podemos discutir como desafiar a teoria e a prática arquivística atual para torná-la mais diversa e inclusiva diante de diferentes vozes e histórias.

De acordo com o secretário de Cultura e Turismo, Max Freitas, é de extrema importância que iniciativas como a Semana de Arquivos ocorram. “Faz parte da educação patrimonial da sociedade e mostra a importância de preservar os documentos e registros do nosso passado. Valorizando o passado enxergamos o presente com mais verdade”, explica ele.

Serviço – As redes sociais da Sectur podem ser conferidas pelo @secturcg . É possível conferir também pelas redes da Fundação de Cultura de MS pelo @fundacaodeculturams .

0 visualização0 comentário