• Ana Paula Ostapenko

Semana Pra Dança 2021 será de forma virtual a partir desta quinta-feira


A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo (Sectur), promove a Semana Pra Dança, nos dias 22, 23 , 24 e 29 de abril, por meio de lives no canal do Youtube da Secretaria, que pode ser acessado pelo link.

O evento virtual apresenta espetáculos de dança de companhias campo-grandenses contempladas pelo Fundo Municipal de Investimentos Culturais (FMIC)da Prefeitura de Campo Grande em 2018.

“Montamos essa programação especial com apresentações de contrapartida destes editais, que juntos mobilizam mais de R$ 8 milhões para as classes que trabalham com a Cultura. Oferecemos entretenimento para a população e valorizamos as nossas companhias campo-grandenses que guardam grandes talentos da dança regional”, pontua Max Freitas, secretário municipal de Cultura e Turismo.

A Cia. do Mato é a companhia que estreia a programação no dia 22, às 18h30, com o espetáculo “Tempos Idos”. A companhia foi criada em março de 1999, por Chico Neller e Diógenes Antônio, com o objetivo de reunir bailarinos de diversas ramificações contemporâneas para pensar, discutir e produzir dança. De lá pra cá, são mais 22 anos de criações que fazem uso da dança para promover a arte sul-mato-grossense.

“Tempos Idos” é orquestrado pelas sutilezas das notas de Cartola, sendo transpassado pelo elemento da água e conta com a gentileza nos gestos, as conversas de bar e as trocas que somente um toque pode alcançar.

Na sexta-feira (23), às 18h30, a Cia. do Mato segue na programação com “Monólogos da Dor”, que reflete acerca da vivência individual de cada bailarino e seus percursos e maneiras de lidar com as vicissitudes incalculáveis que atingem a todos os sujeitos que estão em vida: aceitar, elaborar e sublimar, eis o destino da espécie.

Já no sábado é a vez da Sôma Cia de Dança apresentar “Paraguaçu - Parteira de Si”, às 18h30. Criada em 2017, Sôma é um grupo que produz dança a partir das vertentes da dança jazz e da dança contemporânea.

“Paraguaçu – Parteira de Si” teve como ponto de partida a vida e obra de Helena Meirelles, violeira, cantora e compositora de Mato Grosso do Sul. A partir de uma reflexão sobre sua vida e obra, a Cia debate questões relacionadas a mulher na sociedade contemporânea, por meio da dança.

Encerrando a programação, no dia 29, às 18h30, é a vez da El Farah Cia de Dança apresentar o espetáculo “Raízes do Oriente”. O objetivo é integrar e resgatar as tradições das manifestações culturais e artísticas das danças médio orientais por meio das danças populares, folclóricas e a dança do ventre.

Serviço – Os espetáculos serão apresentados ao vivo sempre às 18h30 no canal do Youtube da Sectur. O acesso é feito por meio do link https://www.youtube.com/channel/UCQP2fghvk5maEXElkPn4gUA .

1 visualização0 comentário